Prefeitura de Arujá
Meio Ambiente faz alerta sobre queimadas
03-06-2020
Em decorrência do tempo frio, seco e a ausência de chuva, a época do outono e inverno é bastante propensa a queimadas, especialmente em cidades de ampla vegetação e áreas florestais como Arujá.
         
Além da destruição de áreas verdes, ameaça à vida de animais e prejuízo ao meio eco, as queimadas também são prejudiciais à saúde, principalmente de crianças, idosos e pessoas com doenças respiratórias crônicas.
         
Pensando na preservação e prevenção, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente faz um alerta para que a população permaneça atenta a possíveis focos de incêndios e colabore com a precaução destes incidentes.
        
Não soltar balões, ação inclusive proibida por lei, não queimar lixos e entulhos, não atear fogo em matagais e terrenos baldios são algumas medidas importantes de prevenção a serem adotadas pela população e que contribuem no combate às queimadas, além de entrar em contato com com o Corpo de Bombeiros ou com a própria Pasta quando identificar tais ocorrências.
       
É crime
     
A Lei Federal 9.605, de 12 de fevereiro de 1998 (artigos 41 e 42), especifica as penalidades para quem provoca incêndio em mata ou floresta. O crime praticado intencionalmente pode gerar detenção de dois a quatro anos e multa. Para a ação acidental, a detenção é de seis meses a um ano, e multa. Fabricar, vender, transportar ou soltar balões também é infração. A punição é detenção de um a três anos e/ou multa.
         
Serviço

Em caso de incêndios, a população pode contatar:
       
-      Corpo de Bombeiros - 4651-2963 (Unidade de Arujá) ou 193.

-      Operação Mata Fogo (Cetesb) – 0800-113560.

-      Polícia Florestal – 4799-6427 (Unidade de Mogi das Cruzes) ou 190.

Veja também